Hello! Now you can select the language of your choice on our website. We know that the translation is not 100%, but can help a lot! Select below ;)


  • Entre em contato conosco pelo email contato@acervothai.com
(LD) Dicas, (LD) Muaythai no Brasil, (LD) Sobre Muaythai, (LD) Sobre Treinos, (LD) Variadas, Blog Lado Deca

Suplementação e Muay Thai

Seguindo a nossa sequência de matérias sobre alimentação e Muay Thai hoje falaremos de suplementos alimentares.

De acordo com Mariana Morales, especialista em Nutrição Aplicada ao Exercício Físico na USP:

“As alterações fisiológicas e os desgastes nutricionais gerados pelo esforço físico podem levar um atleta ao limite entre saúde e doença, uma vez que atletas de elite buscam na verdade rendimento e melhora da performance. Por isso, é importante que haja uma compensação desta situação com consumo adequado de nutrientes e equilíbrio de perdas nutricionais”.

Como dissemos no outros post, para garantir um bom rendimento na prática do Muay Thai é importante que o atleta componha sua alimentação com TODOS os grupos alimentares.  Os carboidratos, as proteínas, as vitaminas e minerais.

Porém em alguns casos, não conseguimos consumir todos os nutrientes que deveríamos somente nos alimentando, ainda mais quando estamos em uma dieta restritiva. Sendo assim, existem diversos suplementos alimentares que auxiliam nessa complementação. Aqui irei pontuar alguns bem interessantes para atletas de Muay Thai.

O rei dos suplementos, o Whey Protein é a proteína do soro do leite, retirada no processo de transformação do leite em queijo. O Whey é muito utilizado tanto na perda de peso, como no ganho de massa magra, pelo seu alto valor biológico e por concentrar aminoácidos importantíssimos para os músculos como a glutamina e o BCAA além de aminoácidos essenciais, tudo isso com pouca concentração de gordura.

Existem no mercado três tipos de Whey, que difere um do outro na concentração de proteína e gordura.

  • A Whey Protein Concentrada é a mais barata do mercado, pois passa por menos processos mesmo assim tem cerca de 70 a 80% de proteínas e o resto é divido entre carboidratos e gorduras. E assim como aos outros tipos contém grande quantidades de BCCAs, glutaminas.
  • A Whey Protein Isolada chega a aproximadamente 95% de proteína seno assim tem baixíssimo teor de gordura e colesterol. É utilizada principalmente por quem quer emagrecer e está em uma dieta restritiva.
  • A Whey Protein Hidrolisada é a mais cara, passa pelo processo de quebra das proteínas e quando consumida tem rápida absorção pelo organismo.

A proteína, para quem almeja ganho de massa muscular, é indicado que seja consumida em todas as refeições.  A alimentação sempre é a melhor forma de inserção de qualquer nutriente na sua dieta, porém o Whey pode ser um grande aliado da dieta.

A hora para consumi-lo pode ser tanto no pré-treino (Preferencialmente atrelado ao consumo de carboidratos) como no pós-treino (De preferência em até 20 minutos do término da atividade), caso a “verba” esteja baixa e você tenha que optar por um dos momentos, estudos mostram que pela função de recuperação e crescimento muscular, o melhor seria optar pelo consumo pós-treino.

O BCAA – Os aminoácidos de cadeia ramificada é outro suplemento de uso comum para atletas de alto rendimento.

Se a pergunta é, “Mas o que ele fazem no nosso corpo?” a resposta é a seguinte:

Quando treinamos, levamos nossos músculos á fadiga e quanto mais treinamos, mais a fadiga vai resultando em dano no tecido muscular. Quando isso acontece, nosso corpo está em estado catabólico!

*Podemos contribuir para o catabolismo, quando não nos recuperamos direito tanto no sono como na alimentação.

O papel do BCAA está em fornecer nutrientes para que durante os exercícios seu corpo não tenha que recorrer aos seus músculos para uma dose extra de energia, assim poupando você da perda de massa magra (músculos).

Além disso, ele estimula a produção de insulina, que aumenta o anabolismo (efeito contrário do catabolismo).

Os fabricantes desse suplementam recomendam a ingestão pré e pós-treino, de forma tanto aumentar o anabolismo durante o treino, como prevenir o catabolismo pós-treino.

O melhor disso é que por ser um suplemento que não contém calorias, seu consumo não interfere negativamente na balança.

** Normalmente no Whey Protein já encontramos uma quantidade de BCAA. Fique atento!

Glutamina é outro suplemento legal de falarmos aqui! É um aminoácido não essencial que é produzido naturalmente pelo nosso corpo.

Cerca de 60% do nosso tecido muscular esquelético é representado por ele, sendo assim quando fazemos exercícios, nosso corpo recorre a Glutamina no músculo, quando entramos em estado catabólico a Glutamina já está com estoque baixo e aí entra a suplementação pós treino para recuperação.

Dentre suas várias funções no corpo a Glutamina principalmente energiza nosso sistema imune e auxilia no crescimento muscular.

(*** o BCAA sintetiza a Glutamina ;D)

Esse é suplemento usado grande parte em atletas de alto rendimento (****Considere quem treina mais de uma hora e meia, mais de quatro vezes na semana pelo menos), que nesse caso a suplementação protege do catabolismo, em pessoas que praticam atividade regular normalmente o corpo produz o suficiente de Glutamina para a boa execução dos órgãos!

*****Porém somos indivíduos específicos, sempre consulte um nutricionista que conseguirá através de exames, identificar seus índices corporais assim como a melhor dieta e suplementação (caso necessária) pra você!

Além dos três  suplementos acima de acordo com a Mariana:

“Outros podem fornecer energia antes e durante o treino (principalmente quando este durar mais de uma hora), como os carboidratos de rápida absorção, como: Carboidrato em gel, maltodextrina e dextrose. Já as tão populares bebidas isotônicas contribuem com a reposição de eletrólitos (vitaminas e minerais) e hidratação durante e após o treino.”

Dependendo de cada indivíduo e de suas necessidades, outros suplementos podem ser interessantes ou não, cada caso deve ser avaliado individualmente.

O que consumir mais especificamente antes e depois do treino, vai depender de cada indivíduo, de quanto tempo antes essa refeição será realizada e da disponibilidade e praticidade exigida por cada um, por isso quanto maior o seu objetivo de ter alto rendimento, aumento de força e perda de peso, mais se torna imprescindível à consulta com um Nutricionista, a fim de adequar sua dieta forma tal que atinja seus objetivos respeitando suas limitações.

Espero que tenham gostado, nos vemos no próximo post!


download****** O intuito desse post é que, sabendo mais sobre o que a suplementação pode fazer por você, vocês possam peceber a importância de um nutricionista para um atleta.  O descrito nessa matéria não é 5% do que  um nutricionista irá auxilia-lo.

Fonte: Nutricionista Mariana Morales

Links interessantes para saber mais sobre o assunto:

Whey Protein – O que é, efeitos e como tomar

BCAA – Para que serve, o que é, efeitos e como tomar

Glutamina – O que é, efeitos e como tomar

 

Comentários

Comentários